Tampas de fecho e epiteliais

Tampas de fecho e epiteliais de titânio

Tampas de fecho, epiteliais de titânio ou tampas protetoras.

1

Tampa de fecho

Nas cirurgias de segunda fase é necessário proteger o interior dos implantes para evitar o crescimento dos tecidos moles. Os implantes KL possuem uma tampa de fecho de titânio grau V sem altura transmucosa específica para cada plataforma.

2

Epiteliais de Ti

Nas cirurgias de uma fase são usadas epiteliais de diferentes alturas com o objetivo de orientar a cicatrização dos tecidos moles que rodeiam os implantes. O sistema protésico do KL oferece a possibilidade de utilização de epiteliais de titânio grau V de altura transmucosa 3 e 5 mm.

3

Tampas protetoras de Ti

As tampas protetoras de titânio são utilizadas para proteger os pilares depois de estes serem colocados de forma permanente e quando a sua remoção já não seja necessária. Protegem o aditamento e a entrada do parafuso da placa bacteriana e dos resíduos de alimentos e evitam o crescimento dos tecidos moles à volta do conjunto implante-pilar, mantendo um fácil acesso para a posterior inserção da prótese ou da estrutura. Os implantes KL possuem protetores de titânio grau V para serem usados sobre pilares multi-hex.

4

Uso e colocação

Recomenda-se colocar as tampas de fecho e epiteliais manualmente. As tampas de fecho, epiteliais e tampas protetoras devem ser esterilizadas antes do seu uso e não são reutilizáveis. É importante garantir uma boa conservação dos adaptadores para a sua utilização como transportador.

Produtos relacionados